sábado, 19 de novembro de 2016

O sentido

Temos dentro de nós um anseio por um sentido para nossa breve existência aqui. Queremos realizar grandes feitos. Queremos um caminho certo e um lugar seguro no qual poderíamos aportar depois de uma longa viagem. Mas nem sempre o caminho é claro. Nem sempre conseguimos nos guiar pelas estrelas. Nem sempre a bússola é suficiente. Entramos em mares estranhos, e por vezes nos encontramos à deriva. Mas isso não significa que não exista o porto do outro lado. Não significa que as estrelas não estejam apontando o caminho certo. Um homem disse uma vez que se alguém não descobriu uma razão pela qual morreria, então não está pronto para viver. Se cremos em um porto, no outro lado, no qual Ele nos espera, morrer em busca desse lugar vale a pena. E o caminho... ah, essa é a beleza do mar. Nem todos os barcos cruzam as mesmas águas ou são conduzidos pelos mesmos ventos, mas todos podem buscar o mesmo porto e desbravar os mares pelo caminho. Essa é a nossa esperança, e por ela, vale a pena içar as velas.